IURD – 29/10/2020 – Quinta-feira

Pastor Martins

Gênesis 21:19

Tudo que fazemos na vida, no final sempre há uma recompensa.

“Os olhos espirituais veem os que naturais não conseguem ver.”

Quando fazemos algo para uma pessoa ingrata, a nossa mente nos diz: Não faça, pois ela não dará valor.

Agar quando estava no deserto e não tinha mais o que fazer, acabou desistindo. O menino ainda bebê, orou ao SENHOR que abriu a visão da mãe. O desespero e a ansiedade, o medo, o nervosismo nos impede de ver a solução que em muitas das vezes está diante dos nossos olhos.

Tem horas que precisamos orar a Deus pedindo uma direção.

Temos que procurar a raiz do problema. Perguntas como: Porque está acontecendo isso na minha vida? O que tem faltado em mim? Será que o problema está em mim? Ou nos outros?

Não podemos olhar os outros com os olhos naturais, mas sim com os olhos espirituais.

Imagina uma situação: Se você estivesse com um problema e Jesus fosse a sua casa, você iria descontar toda a sua insatisfação e frustração nele?

Mas se a pessoa se entregar ao orgulho, ela acaba se fechando e ficando ressentida com tudo e com todos.

Quem despreza o próximo, despreza a Deus.

Por mais que seja difícil, se eu desprezar o meu próximo, estamos desprezando o próprio Deus.

O casado tem de fazer o melhor para o seu cônjuge e o solteiro para Deus.

Palavra para meditar: Colossenses 3:23

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *